La universidad intervenida. Cambios e permanências da educação superior na uruguaya durante a última ditadura (1973-1984)
 
Resumo:
Este artigo busca ir além dos relatos focados nos aspectos repressivos que caracterizaram os primeiros estudos sobre o que aconteceu na Universidade da República durante a ditadura (1973- 1984). Baseia-se em trabalhos recentes e documentação institucional (agora disponível ao público) para discutir uma série de mudanças acadêmicas e curriculares e para avaliar em que medida houve um modelo mais ou menos sistemático do ensino superior na nova era. Este estudo destaca algumas ligações entre a Universidade sob intervenção com propostas e exigências de diversos quadrantes ideológicos do período anterior à ditadura, que fermentavam em debates públicos sobre o papel e as características dos sistemas de ensino. Assim, o texto traz renovada atenção aos mecanismos de legitimidade, espaços institucionais e agentes sociais que permitiram a permanência dos regimes autoritários do Cone Sul por períodos relativamente longos, incluindo especialmente a área educacional.
 
Palavras-chave: Universidade, intervenção, ditadura, ensino superior, Uruguay.