Surgimento, desenvolvimento e transformação organizacional das escolas comerciais em Costa Rica. Uma análise a partir de sua publicidade na imprensa escrita entre 1950 e 1985

 

Resumo:

A partir da análise de conteúdo de anúncios publicitários presentes na imprensa escrita costarriquenha entre 1950 e 1985, busca-se estudar a história das escolas comerciais privadas em Costa Rica durante esse mesmo período, entendendo-as como organizações que interatuam com um marco institucional e outra série de fatores cambiantes. Se conclui que um marco legal permissivo e uma transformação do mercado laboral determinada por processos de mudança próprios da conjuntura pós-guerra, favoreceram a criação de escolas comerciais privadas. Se explica como a flexibilidade organizativa determinou a capacidade de tais escolas para se adaptar as mudanças nos fatores antes mencionados, os quais colocavam desafios a sua existência, assim como novas oportunidades de negócio. Finalmente, se faz uma análise do intento por parte das escolas de cambiar favoravelmente a institucionalidade informal ao representar a educação como um canal de mobilidade social e como um investimento para o bem-estar individual.

 

Palavras-chave:
Educação comercial – Educação privada – Neoinstitucionalismo – Costa Rica.