Raízes de um contubérnio: Psicologia e Educação na obra de Jean-Jacques Rousseau

 

Resumo:

O presente trabalho tem como objetivo analisar, desde uma perspectiva histórica, um dos momentos fundantes na relação entre os campos da Psicologia e a Educação: a obra de Jean-Jacques Rousseau. Entendemos que esta união teve suas origens na descoberta da criança como sujeito educativo a qual se deu desde a aparição do Emilio em 1762. Desse modo, propomos enfatizar, a partir do estudo da proposta rousseauneana, as concepções psicológicas que subjazem, evidenciando aquelas que ainda hoje continuam presentes no campo da Psicologia educativa.

 

Palavras-chave:
História da Psicologia – Psicologia e educação – Iluminismo – Rousseau – Emílio.